Quem sou eu

Minha foto
O meu inicio na meditação se deu através de um livro do monge zen budista, Thich Nath Han - Para Viver em Paz-Editora Vozes, Thich Nhat Han já foi indicado ao Premio Nobel da Paz, ele é minha grande fonte de inspiração para as praticas meditativas. Meu foco são as meditações dinâmicas que podem ser aplicadas na vida cotidiana por isso são descritos vários tipos de práticas. As práticas meditativas transformaram minha vida e hoje sou mais centrado e feliz, consegui também frear e diminuir muito meus pensamentos. Praticante há muitos anos de práticas meditativas, através da Sociedade Budista do Brasil tive contato com monges de outros países onde pude desenvolver mais a minhas práticas. Participei em 2004 de um retiro de meditação com monges do Monastério do Thich Nhat Han. Em 2013 me tornei professor de meditação. As praticas meditativas devem ser incluídas paulatinamente em nossa vida diária como estilo de vida, a Plena Atenção ensinada por Buda pode ser vivenciada em qualquer lugar ou situação.

sábado, 9 de novembro de 2013

MOMENTO ZEN


22ª edição
09/11/2013
Editor Mario Nigri Iampolschi
momento.zen.mario@hotmail.com





Caros amigos leitores, é um imenso prazer estarmos juntos de novo,  esse foi o 3º tema do curso Transformando a Mente Através do Corpo, que fica próximo ao metrô da Tijuca-RJ, para informações me enviem um e-mail.  


GERANDO CONSCIÊNCIA ATRAVÉS DO CORPO

VIVEMOS REALMENTE O PRESENTE DE FORMA PLENA?

Dificilmente, grande parte do tempo estamos pensando no passado e especulando sobre o futuro.

Não podemos refazer o passado, podemos apenas vivermos melhor o momento presente então as sombras do passado vão ficando no passado.



O futuro não pode ser controlado apenas podemos dar o melhor de nós no presente e assim criarmos um futuro melhor do que apenas estivéssemos especulando sobre ele.





A vida é para ser desfrutada no momento presente, felicidade é uma atitude mental positiva diante da vida, bem como, sofrimento é uma atitude mental negativa.

Nosso mundo é mental e a mente é a nossa varinha mágica que pode ser usada de maneira correta e criativa para vivermos em paz e felizes.




VIVENDO COM MAIS PLENITUDE O PRESENTE 

Na edição anterior vimos vivências para desaceleramos nossa mente e nosso ritmo, existe uma fórmula para vivermos melhor o momento presente e assim afastarmos o fantasma do passado e a ansiedade do futuro:

Mente e Corpo desacelerados + Plena Atenção aos movimentos do Corpo e Mente = Consciência do Momento Presente.

Façam dessa fórmula uma meditação para tornar a vida mais agradável e feliz.                                  


A PLENA ATENÇÃO AO CORPO

Buda nos ensina que devemos ter atenção as posições de nosso corpo, o motivo delas e consciência do movimento de nosso corpo.

Muitas vezes nos deitamos para dormir e esquecemos disso, ficamos pensando, pensando e pensando... , então devemos saber por que estamos na posição deitada. 


Quando caminhamos não prestamos atenção ao caminhar e sim aos nossos pensamentos, caminhamos no piloto automático.

Na 1º tema do curso vimos a meditação caminhando, primeiro sentimos o caminhar e também vemos olhando para baixo os movimentos dos pés, tomamos consciência desse movimento, quando estivermos caminhando fora de casa podemos fazer o mesmo com um ritmo um pouco mais acelerado, sem olhar para os movimentos do pés, apenas sentindo o movimento de dentro para fora dos pés,  relaxadamente e melhor ainda, podemos sentir nossa respiração também, assim utilizamos o corpo para trazermos a mente para o momento presente.

Assim como caminhamos meditativamente, podemos fazer o mesmo ao fazermos nossas atividades diárias, calma, relaxadamente e atentamente, se possível acompanhando e desacelerando nossa respiração, então varrer a casa pode se tornar uma meditação mais agradável do que varrer no piloto automático.

As sensações desagradáveis do corpo deverão ser observadas sem julgamento utilizando a  meditação do relaxamento
(1ª aula) para melhorarmos elas quando for possível.

O importante é não gerarmos sofrimento mental pois a do corpo já basta...

“ a dor é inevitável mas o sofrimento é opcional ”.


A PLENA ATENÇÃO CONTÍNUA  

Ela se dá quando ligamos a atenção momento a momento, vamos seguindo, acompanhando, ligando eles enquanto  mudamos de uma tarefa a outra.


PLENA ATENÇÃO AOS MOVIMENTOS DA MENTE

Começamos com o corpo, isso já melhora nossa mente ela se torna mais presente e atenta, agora vamos observar a mente, sabemos sua natureza então sem julgamentos  vamos fazer a meditação da 1ª aula  –  meditações para cortar pensamentos e emoções perturbadoras.

Os pensamentos  podem gerar emoções, as emoções vão para no nosso corpo físico gerando desconfortos e doenças, assim mais uma vez podemos utilizar a meditação para relaxar corpo e mente. 









O NOSSO CENTRO

Estarmos no centro é a finalidade dessas vivências, quando estamos no centro, estamos em nosso lar verdadeiro, é quando estamos em paz e felizes.

Muitas vezes vamos sair do nosso lar interior e vivenciarmos o caos, mas o importante é voltar rapidamente ao nosso centro através das práticas meditativas e para nos mantermos no nosso centro mais fácil será através delas.   Buda nos deixou maravilhosas práticas e através da consciência de nosso corpo e mente nos mantemos no centro.

                                                        NAMASTÊ!